SAPS 2020 conecta pesquisadores de todo o estado

De 20 a 23 de outubro, estudantes, professores e pesquisadores de todo o estado do Rio Grande do Sul estiveram conectados no Salão de Pesquisa Setrem (SAPS). Com a edição online, em razão da pandemia do novo coronavírus, as apresentações foram realizadas por videoconferência.

Para a professora Angélica Reolon da Costa, uma das organizadoras do evento, realizar o SAPS online foi um desafio. “Porém esse novo formato resultou em um alcance maior, possibilitando integrar pessoas de cidades diferentes, de forma simultânea, conectados a diferentes salas de apresentações e discussões”, destaca.

Ao todo foram 452 trabalhos inscritos, divididos em quatro eventos agregados: Mostra Estadual de Pesquisa da Educação Básica, Mostra Estadual de Pesquisa da Educação Profissional, Salão de Iniciação Científica e Jornada de Pesquisa.

A pesquisa e a covid-19 – O SAPS 2020 iniciou na terça-feira, 20, com uma palestra transmitida ao vivo nas mídias sociais da Setrem. O convidado foi Bruno Pereira, doutor em Epidemiologia, enfermeiro, professor da UFPel e líder do Grupo Brasileiro de Estudos sobre Multimorbidade (GBEM). Ele explicou a importância das pesquisas e dos estudos para a epidemiologia da covid-19, uma doença que afetou o mundo inteiro.

“Ainda sabemos muito pouco sobre a pandemia, pois é um tempo muito curto, embora temos um volume muito grande de informações circulando. Mas a ciência precisa de consistência, de informações científicas, com evidências fortes e robustas sobre as causas, as consequências e os impactos dessa nova doença”, explicou Bruno.

A palestra completa sobre “Epidemiologia da covid-19 no Brasil” está disponível no YouTube e no Facebook da Setrem.

Estudos com base na realidade local – Além da pandemia, a área da saúde possibilita outros estudos. Um deles foi o aumento dos casos de dengue em Três Passos, no início deste ano. As acadêmicas Ana Julia Foppa Raupp e Regina dos Santos, do curso de Enfermagem da Setrem, orientadas pela professora Estela Maris Rossato, realizaram uma análise epidemiológica da situação no município.

“Tivemos como resultado a identificação dos aspectos epidemiológicos da distribuição dos casos de dengue no município de Três Passos, verificando assim seu comportamento para que a partir deste estudo seja possível direcionar medidas de controle da vigilância epidemiológica do local”, explica Ana Julia.

Ela conta que escolheram esse tema pois o aumento dos casos tomou uma proporção muito grande, afetando muitas pessoas, inclusive as estudantes que moram na cidade. “Esse estudo também busca ajudar a vigilância epidemiológica do município a conter a propagação da dengue”, acrescenta. A pesquisa das acadêmicas conquistou o primeiro lugar na modalidade oral, na área de Enfermagem.

Lista dos premiados – A lista completa dos premiados, tanto da modalidade oral quanto pôster está disponível no site do SAPS. A premiação para os primeiros colocados é de R$ 500,00 e mais menção honrosa. Os classificados em segundo e terceiro lugares também receberão menção honrosa.

Em virtude da pandemia e para a segurança de todos, não haverá cerimônia de premiação. Porém, as cópias físicas das menções honrosas estarão disponíveis na Secretaria do Campus Setrem para serem retiradas a partir desta sexta, 30 de outubro.

Related Posts

× Dúvidas?
Skip to content